E se…

Copyright © Carlos Eduardo

E se eu tivesse os braços de um gigante
Com o tamanho capaz de abraçar o mundo?
E se a vida for um ir e vir constante,
Com o sentido muito mais profundo?

Acredite, estar vivo faz a vida valer a pena.
Acredite, foi nos dada na forma de uma senda.

E se a graça não for esperar ansiosamente o término,
Mas sim cada desafio que surge na caminhada?
E se viver pelas coisas não for o fim ultérrimo,
Mas sim lado a lado ao companheiro da jornada?

Busque vitórias alcançadas em pequenas ações.
Busque o amor latente em nossos corações.

E se tudo o que acreditamos é o contrário,
Que nos fizeram tomar como a pura verdade?
E se estivermos vivendo como escravos,
Que nos esquecemos o que somos na realidade?
Viva, se mulher, como dama, se homem, como cavalheiro.
Viva harmonizado suas partes, resultando inteiro.
E se a evidente dualidade do álamo
Trouxer oculta em si o grande Mistério?
E se a força presente em um só átomo
Trouxer oculta a lei que rege o Universo?

Busque, sonhe, levante e deixe sua alma voar.
Busque, encontre no mundo o seu verdadeiro lugar.

Porque não há o grande ou pequeno no mundo ideal.
Porque existir é nosso compromisso, nosso dever.
Porque não sermos Deuses, não implica em ser animal.
Porque nem muito, nem pouco; humanos devemos ser.

Tornamo-nos heróis quando encontramos essa fortaleza
Como a simples flor que, em si, manifesta a Beleza.
É a magia da vida quando se expressa a Verdade.
É a mão de Deus em todas as coisas, o tocar da divindade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: