Salgado é o mar…

mar
Meus ânimos estão acalmados
Tal qual o tempo faz ao amor
Do impetuoso jovem apaixonado
Que outrora seu prazer era dor.

Enganado é outorgar à tempestade
A profundidade dum sentimento
Ergo no olhar da maturidade
O meu coração inteiro a contento.

Lagrimas a chorar ainda me permito
Que do mar tem a mesma natureza:
As ondas provenientes do atrito

Fazem o lodo recobrar sua pureza.
Escorrem translúcidas, porém doces,
Banham minha alma de sabores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: