Nostalgia

fernanda-de-castro-silencio-nostalgia

Carrego tropeços e vidraças quebradas,
Quero companhia que possa me salvar,
Mas da solidão não consigo escapar
Em noites que nunca serão encontradas.
Pergunte-me se eu reclamo por ser feliz.
O que é a felicidade quando mais tarde
A tristeza deixa o gosto amargo que arde
Nas lembranças que a minha boca não diz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: