Torturas ao amanhecer
Tonturas ao anoitecer
Sobre ser um pouco mais
Não sei se fico ainda
Mas não volto jamais
Cada sono me desperta
Eu ouço música para não ouvir seu recado
Tropeço sobre tropeço
Caio às vezes, mas é sempre mais longe
E levanto que é de pé que se dança

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: