Tirei os sapatos
Queria sentir a grama tocar meus pés
Estava frio
E minha pele tornou-se fria
Mas meu peito era quente
Fechei os olhos
E não pensei em nada
Só aquilo bastava
O prazer está na percepção do simples
Na duração de um piscar
Não me peça para pôr os calçados
É assim que quero andar
Assim que vim ao mundo
Assim que quero ficar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: