Arquivo da categoria: Arte

Recital de Poesia

Neste sábado, participarei de um recital poético cujo tema é Visões Platônicas do Amor. Será no dia 24/11, às 14h, na Associação Cultural Nova Acrópole, na Rua General Carneiro, 881, próximo à praça do expedicioário.
Vai tocar fundo o seu coração =D

Este recital faz parte da semana de filosofia, cujo tema é Platão:

Anúncios

Solidão I


Descobri uma amiga desconhecida,
Em minhas entranhas escondida.
Eu, vil, a supus minha inimiga
E a quis afastar de minha vida.

Não enxergava que a sua amizade,
Com pura e real lealdade,
Oferecida aos autênticos artistas
Faz-lhes honrados pela sua visita.

Através dela, encontro a mim mesma,
Permite-me contemplar a Beleza
E mergulhar em mim e fazer do meu tormento
A semente que dá vida a um monumento.

E me faz capaz de descobrir
O que mais de Belo pode existir.
Estende-me a mão e faz-me elevar
Ao que é meu verdadeiro lugar.

Pobre sou, se não aceito com nobreza
Sua companhia, digna da realeza.
Minha querida e amada solidão
Que ninguém a tire do meu coração.

Os Artistas

Un lit defait, de Delacroix, 1827
Mostra cama do artista e seu caos emocional

“Os artistas são as pessoas mais motivadas e corajosas sobre a face da terra. Lidam com mais rejeição num ano do que a maioria das pessoas encara durante toda uma vida. Todos os dias, artistas enfrentam o desafio financeiro de viver um estilo de vida independente, o desrespeito de pessoas que acham que eles deviam ter um emprego a sério e o seu próprio medo de nunca mais ter trabalho. Todos os dias, têm de ignorar a possibilidade de que a visão à qual têm dedicado suas vidas seja apenas um sonho. Com cada obra ou papel, empurram os seus limites, emocionais e físicos, arriscando a crítica e o julgamento, muitos deles a ver outras pessoas da sua idade a alcançar os marcos previsíveis da vida normal – o carro, a família, a casa, o pé-de-meia. Por quê? Porque os artistas estão dispostos a dar a sua vida inteira por um momento – para que aquele verso, aquele riso, aquele gesto, agite a alma do público. Artistas são seres que provaram o néctar da vida naquele momento de cristal quando derramaram o seu espírito criativo e tocaram no coração do outro. Nesse instante, eles estão mais próximos da magia, de Deus e da perfeição do que qualquer um poderia estar. E nos seus corações, sabem que dedicar-se a esse momento vale mil vidas.”
(David Ackert)

São João Batista, de Leonardo da Vinci

Artista

Ser artista em nosso tempo
Não é feito por contento.
Em uma era de dureza,
Não há lugar para a Beleza.

Sua dor se multiplica,
Quando após o êxtase fica,
Jogado de novo neste fardo
Que ao mundo sem Arte é dado.

Mas é esta sua façanha:
Ter inesgotável esperança
De voltar o Belo reinar

E as sombras enfim dissipar.
Ainda que tenha que ceder
Seu sofrimento para a verdade viver.